CPA

CPA

CPA da Faculdade Novo Tempo de Iguatu

O que é a CPA?

A Comissão Própria de Avaliação – CPA da Faculdade Novo Tempo de Iguatu – FNT é responsável pela coordenação dos processos internos de avaliação da Instituição, de sistematização e de prestação das informações solicitadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), de acordo com o artigo 14 da Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004.

A Comissão Própria de Avaliação - CPA tem todo apoio institucional, além daquele previsto no Plano de Desenvolvimento Institucional - PDI, para a realização plena do processo de autoavaliação da Faculdade Novo Tempo de Iguatu - FANTIG, bem como da avaliação externa.

Compete à Comissão Própria de Avaliação - CPA

  1. Elaborar o Projeto de Autoavaliação Institucional a ser encaminhado à Comissão Nacional de Avaliação do Ensino Superior (CONAES), submetido à prévia aprovação do Conselho Deliberativo da Faculdade.
  2. Conduzir os processos de autoavaliação da Faculdade Novo Tempo de Iguatu – FANTIG.
  3. Implementar as atividades necessárias à sensibilização da comunidade para a importância da avaliação institucional e sua integração com a missão da Faculdade.
  4. Colaborar com os procedimentos de autoavaliação de Cursos e áreas, cuja realização deverá estar pautada pelas Diretrizes da CONAES e pelo Projeto de Autoavaliação Institucional.
  5. Sistematizar e analisar as informações institucionais, produzindo relatórios a serem encaminhados às instâncias competentes.
  6. Elaborar relatórios de avaliação, enviando-os às instâncias competentes para ciência.
  7. Delegar competências, indicando prazos para o cumprimento dos objetivos estabelecidos.
  8. Assessorar cursos e áreas nos procedimentos de avaliação externa.
  9. Convidar membros da comunidade e da sociedade civil para prestarem informações e emitirem opiniões sobre o Processo de Avaliação Institucional;
  10. Elaborar e modificar seu Regulamento Interno, conforme a legislação vigente;
  11. Prestar as informações solicitadas pelo INEP, além de elaborar e enviar, no prazo previsto, o Relatório de avaliação interna estabelecido na Resolução CONAES nº 1/2005.
  12. Dar ampla divulgação de todas as suas atividades.

Composição da Comissão Própria de Avaliação - CPA

Presidente da CPA
Rita de Cassia Marques Costa

Representante do Corpo Docente da CPA
Marisa Pascarelli Agrello 

Representante do Corpo Técnico-Administrativo
Elane Cristina da Silva Fernandes 

Secretária da CPA
Sabrina Fontenele Aragão

Histórico

Ao longo das décadas, tem sido amplamente reconhecida a importância da Educação Superior no conjunto das Políticas Públicas, não apenas por ser instrumento de valor para a formação acadêmico-profissional ou por alicerçar a Pesquisa Científica e Tecnológica que subsidiam o desenvolvimento econômico e social, mas também por seu papel norteador das ações de cidadania democrática, justiça social e desenvolvimento sustentável.

O SINAES é o atual sistema avaliativo em vigor e preconiza o processo avaliativo sob três pilares: a instituição, os cursos e o desempenho dos estudantes. A Avaliação Institucional é o centro do sistema. Com objetivo de identificar o perfil e o significado de atuação da Instituição (Art. 3º da Lei nº 10.861/04), a avaliação acontece por meio da auto avaliação e das avaliações externas realizadas in loco, por equipes do INEP sob a supervisão da CONAES. A auto avaliação é realizada pela Comissão Própria de Avaliação (CPA), que após conduzir o processo de avaliação interna, deve sistematizar os resultados em um relatório anual para fins de encaminhamento ao INEP.

A avaliação de cursos será conduzida por especialistas nas respectivas áreas de conhecimento, indicados pelo INEP, utilizando instrumento de avaliação específico centrado em três dimensões específicas: a Organização Didática - Pedagógica, o Corpo Docente e a Infraestrutura. Os resultados da avaliação dos cursos são classificados em uma escala de 1 a 5, em termos de cada dimensão e do conjunto de indicadores integrantes dessas dimensões.

A auto avaliação é um processo contínuo por meio do qual cada Instituição constrói conhecimentos sobre a sua própria realidade buscando compreender o significado do conjunto de suas atividades para melhoria da qualidade e obtenção de maior alcance social. Este processo envolve a sistematização de informações, análise coletiva do significado das realizações, identificação de pontos fracos e fortes e, sobretudo, das estratégias a serem adotadas para a correção das fragilidades.

No ano de 2016, foi criada a Comissão Própria de Avaliação – CPA da Faculdade Novo Tempo de Iguatu – FANTIG (Portaria Institucional nº 19/2016) e realizada a nomeação de seus membros, para início da elaboração do primeiro instrumento avaliativo da Instituição, em vista de colher dados das necessidades da sociedade do entorno.

No mesmo ano foi aprovado o Regulamento da CPA (Portaria Institucional nº 29/2016), de forma a detalhar toda a sistemática de suas atividades, incluindo: vinculação, instrumentos, atribuições, composição, sistemática de trabalho e funcionamento da avaliação a ela vinculada.

A Faculdade Novo Tempo de Iguatu – FANTIG iniciará seu primeiro processo de avaliação institucional após o inicio da primeira turma dos Cursos, com a finalidade de conhecer melhor a sociedade do entorno, seus desejos, quais as melhorias que a Faculdade pode proporcionar e consequentemente elaborar estrategicamente planejamento e sua gestão.

Após o Credenciamento da Faculdade Novo Tempo de Iguatu – FANTIG a Comissão Própria de Avaliação – CPA pretende:

  • Sensibilizar a comunidade acadêmica acerca da relevância da avaliação institucional.
  • Incentivar ao engajamento democrático dos atores institucionais: o preenchimento do formulário.
  • Retorno em tempo hábil dos formulários impressos, encaminhados aos Departamentos, Coordenadores de Cursos de Graduação.
  • Superar as resistências ao processo de avaliação em favor de uma cultura de avaliação cotidiana, centrada no autoconhecimento e na auto avaliação.
  • Entende-se que auto avaliação Institucional é um processo sistêmico, regular, permanente, que produz efeitos na melhoria da qualidade institucional pela integração dos resultados obtidos no processo com as diversas esferas de atuação nos processos decisórios de Gestão da Instituição. Desta forma, a CPA contribuirá efetivamente para o aperfeiçoamento do desempenho acadêmico, administrativo e especialmente, para o Planejamento da Gestão Institucional.

A composição dos membros da CPA possui os seguintes representantes

  • 01 Coordenador de Comissão;
  • 01 representantes docente;
  • 01 representante técnico-administrativo;
  • 01 representantes da comunidade civil organizada;
  • 01 representantes discente;
  • 01 Secretária.

ACESSO RÁPIDO

ENDEREÇO

Avenida Agenor Araújo, Nº 424, Centro, Iguatu-CE.
CEP: 63.500-000